<img height="1" width="1" style="display:none" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=91554&amp;fmt=gif">

Setembro Amarelo: como o RH deve encarar essa campanha?

Setembro Amarelo é o mês dedicado à prevenção do suicídio. A campanha, que teve início em 2015 no Brasil visa conscientizar as pessoas sobre esse tema, bem como evitar o seu acontecimento.

 

Por que falar sobre o setembro amarelo?

Todos os anos, cerca de 11 mil brasileiros tiram a própria vida.

No mundo, o número de suicídios, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é de 800 mil por ano. Estima-se que cada morte por suicídio afete intimamente a vida de cerca de 60 pessoas, entre familiares, amigos e colegas.

bpo-de-folha

Setembro amarelo e a pandemia do coronavírus

Ainda não há dados precisos sobre o impacto da pandemia e do isolamento social na saúde mental e nos números de suicídios.

Porém, uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Psiquiatria revela que 89,2% dos especialistas entrevistados destacaram o agravamento de quadros psiquiátricos em seus pacientes devido aos efeitos do novo coronavírus na sociedade. (Fonte: Unimed)

Diante desse cenário, fica clara a necessidade de dar mais atenção ao tema, com campanhas de conscientização e debates que possibilitem a quebra do tabu sobre o problema.

Hoje sabemos que muitas coisas (depressão, ansiedade, e até mesmo suicídio) podem ser amenizadas e evitadas através do diálogo. Estudos demonstram que grande parte dos problemas entre casais, filhos, colegas de trabalhos, gestores e colaboradores pode ser atenuada apenas com palavras.

banner4

 

Comunicação não violenta

Com números tão expressivos, é importante ter um diálogo aberto com as pessoas ao nosso redor, sejam eles da nossa família ou até mesmo colegas de trabalho.

Um olhar mais sensível e a oportunidade de uma conversa favorecem relações que tragam segurança e trocas afetivas mais positivas.

A comunicação não-violenta pode ser entendida como um processo que estabelece uma conexão consciente através da empatia e compaixão entre os interlocutores. Ela prioriza o fortalecimento de laços e a continuidade de bons relacionamentos.

Desta forma, o jeito que nos comunicamos pode transformar o ambiente em que vivemos e as pessoas inseridas nele. Muitas vezes depressões podem ser controladas e até suicídios evitados.

sistema-folha

 

RH e setembro amarelo

O Setembro Amarelo é uma época importante que deve ser encarada com atenção.

Este tema é lembrado em setembro, porém pode ser trabalhado o ano todo. Como? Através de ações voltadas a saúde mental dos colaboradores.

Para dar início a isso, o primeiro passo é instaurar e fomentar uma cultura organizacional mais humanizada, promovendo sempre um ambiente acolhedor e atitudes empáticas.

É importante também fazer treinamentos promovendo discussões sobre o tema. Tenha em mente que o RH deve ser o ponto de apoio com relação a esses assuntos.

Outro ponto fundamental é treinar os líderes para que estejam sempre atentos a qualquer sinal diferente de algum integrante de sua equipe e até mesmo como lidar com desordens mentais e potenciais suicídios.

Conclusão

Existem muitos mitos, erros e preconceitos com relação ao suicídio. Porém a campanha de Setembro Amarelo promove mais conhecimento e maior informação a população, por isso a sua grande importância.

Falar sobre suicídio não aumenta o risco, mas pelo contrário. Geralmente falar sobre o assunto alivia angústia e pensamentos negativos.

Para consultar mais conteúdos sobre o universo do RH, entre no Blog Propay ou consulte nosso website para entender um pouco mais sobre as nossas soluções de RH.

propay-folha

Topics: RH Estratégico