<img height="1" width="1" style="display:none" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=91554&amp;fmt=gif">

Saúde mental: importância e como promovê-la em sua empresa

Compreenda a importância de contemplar a saúde mental dentro da sua empresa. Veja como promove-la e engaje o seu time de colaboradores.

Os distúrbios de saúde mental estão se tornando cada vez mais uma grande preocupação para as empresas.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), Brasil é o segundo com maior número de depressivos nas Américas, com 5,8% da população, ficando atrás somente dos Estados Unidos, com 5,9% de depressivos.

A doença afeta 4,4% da população mundial O Brasil também é o país com maior prevalência de ansiedade no mundo: 9,3%.

Problemas de saúde mental e estresse podem afetar negativamente o funcionário prejudicando:

  • Desempenho e produtividade no trabalho;

  • Engajamento com o trabalho;

  • Comunicação com colegas de trabalho;

  • Capacidade física e funcionamento diário.

sistema-de-folha-de-pagamento

Os empregadores podem promover a conscientização sobre a importância da saúde mental e do gerenciamento do estresse.

Os programas de promoção da saúde no local de trabalho têm se mostrado bem-sucedidos, especialmente quando combinam os cuidados com a saúde física e mental.

A empresa como um todo principalmente os gestores de RH podem:

  • Disponibilizar ferramentas de autoavaliação de saúde mental para todos os funcionários;

  • Fornecer treinamentos, palestras, aconselhamentos, programas de qualidade de vida e bem-estar;

  • Distribuir materiais, como folhetos e vídeos a todos os funcionários sobre os sinais e sintomas de problemas de saúde mental e oportunidades de tratamento.

  • Organizar seminários ou workshops que abordem técnicas de gerenciamento de depressão e estresse, como atenção plena, exercícios respiratórios e meditação, para ajudar os funcionários a reduzirem suas ansiedades e o estresse além de melhorar o foco e a motivação;

  • Criar e manter espaços dedicados e tranquilos para atividades de relaxamento;

  • Fornecer aos gerentes treinamento para ajudá-los a reconhecer os sinais e sintomas de estresse e depressão nos membros da equipe e encoraje-os a buscar ajuda de profissionais de saúde mental qualificados;

  • Dar aos funcionários oportunidades de participar de decisões sobre questões que afetam o estresse no trabalho, afinal de contas eles são os principais envolvidos nessa questão.

beneficios-corporativos

Saúde mental e seus custos

Quando a saúde mental não é levada a sério e não possui um planejamento estratégico adequado, ela eleva os custos já que um colaborador deprimido tende a faltar mais, impacta a sinistralidade do plano de saúde e tem relações interpessoais piores, reduzindo sua produtividade.

Dependendo das atividades que o profissional realiza e o tempo de afastamento, por exemplo, leva a necessidade de substituição do funcionário para não comprometer as entregas o que pode acarretar mais custos extras.

Exatamente por isso, o investimento nesse tipo de saúde vale mais a pena do que sofrer com as onerosidades que isso pode provocar no futuro.

terceirizacao-de-rh

Desmotivado ou depressivo?

A Desmotivação de um colaborador está ligada diretamente a fatores como:

  • Falta de estímulos;

  • Ambiente de trabalho inóspito;

  • Inflexibilidade no horário de trabalho;

  • Realização de atividades que não condizem com seu escopo;

  • Comunicação falha e com incoerências;

  • Liderança fraca ou autoritária demais.

Esses pontos citados acima geram um esgotamento mental e muitas vezes o físico também.

Já um quadro mais severo de saúde mental possui sintomas mais graves.

A depressão por exemplo, é uma doença crônica que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa.

É importante distinguir a tristeza patológica daquela transitória provocada por acontecimentos difíceis e desagradáveis.

Para que o RH de uma empresa lide adequadamente com um caso de depressão é preciso:

  • Criar canais de apoio e se colocar à disposição para localizar e fazer encaminhamento ao médico e psicólogo, além de providenciar licença médica e auxílios gerais, como apoio psicológico durante o tempo em que tiver que ficar afastado.

  • Promoção de treinamentos para orientação dos colaboradores;

  • Ouça mais o que os funcionários têm a dizer e dê auxílio quando for necessário.

Conclusão

Os transtornos mentais muitas vezes não são reconhecidos e tratados - não apenas prejudicando a saúde e a carreira de um indivíduo, mas também reduzindo a produtividade no trabalho.

O tratamento adequado, por outro lado, pode aliviar os sintomas do funcionário e melhorar o desempenho no trabalho.

Mas alcançar esses objetivos requer uma mudança de atitude sobre a natureza dos transtornos mentais e o reconhecimento de que tudo isso exige esforço e tempo.

E você, possui uma área de RH respaldada pela tecnologia e a expertise de um fornecedor? Conheça a Propay e veja como podemos lhe ajudar! Acesse outros conteúdos como esse no nosso blog.

propay-plus

 

Topics: Qualidade de Vida