Gente&Conteúdo

18/05/2016

Leis antifumo melhoram a saúde cardíaca e reduzem as mortes relacionadas ao fumo

A Cochrane Collaboration recentemente avaliou o impacto de proibições ao fumo em locais públicos e ambientes de trabalho fechados sobre a saúde e a exposição ao fumo passivo.

A avaliação se baseia em 77 estudos de 21 países publicados até fevereiro de 2015.

Dos 77 estudos, 44 examinaram os efeitos da ausência de fumo sobre a saúde cardiovascular, 21 sobre a saúde respiratória, 7 sobre a saúde perinatal, e 11 sobre mortes relacionadas ao tabaco.

Os participantes dos 77 estudos incluíram fumantes e não fumantes.

Principais Achados dos 44 estudos que examinaram os efeitos das proibições ao fumo sobre a saúde descobriram que proibições ao fumo reduziram significativamente eventos cardíacos, como infartos. Cinco dos seis estudos que examinaram os efeitos sobre infartos descobriram que proibições ao fumo reduziram significativamente casos de infarto.

Dos 21 estudos que examinaram efeitos relacionados à saúde respiratória, 6 descobriram que proibições ao fumo reduziram significativamente as doenças pulmonares obstrutivas crônicas e 7 descobriram que elas reduziram significativamente as internações hospitalares por asma.

Dos 11 estudos que examinaram os efeitos sobre mortes relacionadas ao fumo, 8 descobriram que as proibições reduziram significativamente as mortes relacionadas ao fumo.

Leis antifumo abrangentes para todos os locais públicos e ambientes de trabalho fechados melhoram a saúde pública e salvam vidas. Todos os países devem redigir e implementar leis antifumo abrangentes para proteger os não fumantes contra os danos do fumo passivo e ajudar fumantes a parar de fumar.

*Fonte: Blog Ministério da Saúde

Clientes

Conheça quem hoje faz a história da ProPay ser um sucesso.

Sidel Crown Decathlon ESPRO Canal Rural Rocket Pamcary America Grupo Flytour Par Corretora de Seguros Valeo Covidien GS1 Soter Alphaprint
http://www.propay.com.br/