Gente&Conteúdo

13/05/2014

Jejum engorda: entenda por que ficar sem comer leva ao acúmulo de gordura

Uma pesquisa recente realizada pela nutricionista Roberta Cassani, do Instituto de Nutrição, em Itu, no interior paulista, aponta que, quanto maior o número de horas sem colocar nada na boca, mais avantajada a circunferência abdominal tende a ficar. O achado é fruto de uma análise de hábitos e características de 379 mulheres de 10 a 75 anos de idade - umas mais cheinhas, outras em forma.

De acordo com Roberta, o principal motivo que faz do
 jejum prolongado um inimigo da cintura é que a refeição montada após esse período de escassez costuma ser um exemplo de desequilíbrio calórico e nutricional - na pesquisa, geralmente o jejum ocorria durante a tarde. "Quando tem acesso à comida, o indivíduo, guiado pela voracidade, não faz escolhas saudáveis", justifica a especialista. Ao ser privado de energia, o organismo aciona todo um mecanismo que favorece a compulsão alimentar.

Descubra a seguir por que jejuar regularmente dá barriga e compromete a saúde.

1. Hora do almoço

Depois dessa refeição, o organismo está nutrido. Pense, na melhor das hipóteses, em uma refeição equilibrada - com arroz, feijão, carne e salada. Ela fornecerá proteínas, gorduras e carboidratos, além de vitaminas e minerais.

2. As primeiras 4 horas após a refeição

Nesse período, praticamente todas as substâncias ofertadas pelo almoço são absorvidas. Depois desse tempo, os nutrientes vão sumindo da circulação.

3. Jejum

Se depois de quatro horas o estômago continuar vazio, uma série de alterações metabólicas começa a ocorrer. Uma das principais diz respeito à glicose, que está em falta. Além de buscar alternativas para fornecê-la ao cérebro - órgão vital que depende da substância para funcionar - o corpo passa a liberar mais grelina. Esse hormônio, produzido no estômago, dispara o sinal de fome. Assim, a falta de glicose e a abundância de grelina na circulação propiciam os ataques de gula.

4. Com o tempo

Passar por essa situação sempre jejum seguido de um apetite voraz aumenta o risco de encrencas sérias, como gordura no fígado, obesidade e diabetes tipo 2.

*Esta matéria foi publicada no Site Mdemulher.com

Clientes

Conheça quem hoje faz a história da ProPay ser um sucesso.

Crown Decathlon ESPRO Rocket Junior Soter Pamcary Valeo Brasil Máquinas Par Corretora de Seguros Sabó Nidera Diversey Lachmann Sidel
http://www.propay.com.br/