Gente&Conteúdo

15/10/2013

Estagiário: vale sempre a pena contratar?

Contratar um estagiário é uma ação que traz diversos ganhos para uma PME. O estagiário é um profissional em formação, que está disposto a aprender, geralmente lida bem com novas tecnologias e poderá ser integrado culturalmente à empresa desde o começo da carreira. Além disso, representa custos menores para o empregador. Alguns cuidados, porém, devem ser tomados antes da contratação.

“Em termos comportamentais, é uma forma de a empresa ter um profissional qualificado, com conceitos firmes e novos na memória, predisposto a aprender, com garra, movido por desafios, ousado e bastante antenado ao mundo. Um jovem que poderá ser desenvolvido e preparado para os desafios futuros, já na cultura da empresa”, define Dilma Rios, gerente de desenvolvimento humano organizacional da ProPay e especialista em gestão de pessoas.

O custo baixo desse profissional é outra vantagem interessante para a empresa, que tem isenção de encargos sociais, trabalhistas e previdenciários, como INSS e FGTS, por exemplo.

Ao contratar um estagiário, entretanto, a empresa precisa lembrar que ele é um profissional em desenvolvimento, e não apenas uma mão-de-obra mais barata. Como o objetivo do estágio é complementar o ensino e a aprendizagem, é importante que o estagiário esteja sob supervisão constante de um profissional capacitado e preparado não apenas para ensiná-lo, como também para avaliar as suas necessidades e a sua evolução.

A empresa também deve estar atenta à Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, que trata do assunto. É ela que determina quem pode ser contratado como estagiário, qual a carga horária máxima que ele deverá ter de trabalho e quais os benefícios que precisam, obrigatoriamente, ser dados a ele.

Dilma Rios alerta, ainda, que o período máximo de estágio em uma mesma empresa é limitado a dois anos. O contrato pode ser rescindido a qualquer momento sem ônus para nenhuma das partes e pode ser renovado continuamente enquanto o estudante estiver matriculado.

O que diz a Lei de estágios

Quem pode ser contratado como estagiário?

Qualquer estudante a partir dos 16 anos, devidamente matriculado e com frequência regular em uma instituição de ensino de nível médio, técnico, superior ou educação especial, bem como dos anos finais da educação fundamental, nos casos de modalidade profissional para jovens e adultos (5º ao 9º ano).

Que benefícios devem ser dados ao estagiário?

Vale-transporte, assim como o seguro de acidentes pessoais, são obrigatórios.

Quantos estagiários a empresa pode contratar?

Empresas que têm de um a cinco funcionários podem ter no máximo um estagiário;

Empresas que têm de seis a dez funcionários podem ter dois estagiários;

Empresas que possuem de 11 a 25 empregados podem ter até cinco estagiários;

Empresas com mais de 25 empregados podem ter até 20% do quadro de pessoal preenchido por estagiários.

Qual deve ser a jornada máxima de trabalho dos estagiários?

Quatro horas diárias e 20 horas semanais, no caso de estudantes de educação especial e dos anos finais do ensino fundamental na modalidade profissional de educação de jovens e adultos;

Seis horas diárias e 30 horas semanais, no caso de estudantes do ensino superior, da educação profissional de nível médio e do ensino médio regular;

Quarenta horas semanais, no caso do estágio relativo a cursos que alternam teoria e prática, nos períodos em que não estão programadas aulas presenciais, desde que previsto no projeto pedagógico do curso e da instituição de ensino.

 *
Esta matéria  foi publicada no site Sociedade de negócios

Clientes

Conheça quem hoje faz a história da ProPay ser um sucesso.

Brasil Máquinas GS1 Lachmann Rocket Canal Rural Diversey Crown DeVry Brasil Soter Junior Sidel Alphaprint Damásio Nidera America
http://www.propay.com.br/