Gente&Conteúdo

07/07/2016

Especialista dá sete dicas para gestor se tornar um bom líder; confira

 Com equipes cada vez mais enxutas os gestores precisam tirar o melhor desempenho de seus funcionários. Mas como ser um bom líder em tempos de crise de grandes cobranças por resultados? Aprender a trabalhar na dificuldade e na pressão por bons resultados é o um grande desafio desse período, acredita a coach Lúcia Nogueira, que tem encontrado clientes cada vez mais ansiosos em seus treinamentos.

"Todo mundo só pensa em bater a meta para não ser o próximo na fila do seguro desemprego. É uma verdadeira epidemia de ansiedade, todos querendo obter os melhores resultados. Neste cenário, o clima nas empresas fica cada vez mais pesado, com chefes histéricos, demissões em massa e funcionários amedrontados. O risco de perder o foco do que é importante fica cada vez maior", avalia Lúcia.

1- Autoconhecimento -  O autoconhecimento é uma característica fundamental de um grande líder. Um líder que se conhece muito bem tem consciência de suas forças e limitações. Existem duas formas de se autoconhecer: a primeira é escrevendo sua história de vida – sua autobiografia. Revisitar a sua história é uma experiência riquíssima de autoconhecimento. A  segunda é fazendo uma avaliação 360º de competências. "Ele sabe quando usar uma potencialidade, quando pedir ajuda ou quando desenhar e implementar boas parcerias para suprir uma lacuna", explica Veras.

2 – Clareza nos objetivos - Um grande líder tem clareza e convicção do norte a ser seguido e dos objetivos a serem alcançados. E, mais do que isso, frequentemente reforça este norte para a sua equipe. "Um bom líder guia, orienta e reforça o foco nos objetivos a serem alcançados".

3 – Meritocracia - "Reconhecer e premiar os melhores sempre por critérios profissionais é papel de um bom líder". Um gestor guiado pela meritocracia promove ou demite sempre olhando para competências e resultados, nunca para critérios subjetivos e não profissionais. Dessa forma, ele cria um ambiente de trabalho saudável, orientado para resultados, competente e desenvolve uma equipe forte, que sabe que será sempre avaliada por critérios claros e meritocráticos.

4 – Assertividade - Colocar suas posições de forma clara e direta é uma competência de um líder. Ele precisa ser uma pessoa assertiva, ou seja, colocar suas posições de forma clara e direta, mas sempre com respeito. Assim, ele permite que sua equipe faça o mesmo, coloque suas opiniões e cultive um ambiente de assertividade, sinceridade e produtividade.

5 – Comunicação -  Um líder tem que ser um grande comunicador. "Jesus Cristo e Hitler, por exemplo, foram grandes líderes da história, independente de suas causas. Comunicavam-se bem e “vendiam” suas causas com grande eficácia. Por isso conseguiram inúmeros seguidores", explica Veras.

 A comunicação é uma habilidade indispensável para uma boa liderança. Um líder deve se comunicar de forma correta e eficaz, com pares, superiores e subordinados. Esta comunicação deve ser adaptada a cada público. A prioridade deve ser sempre a comunicação pessoal, o olho no olho, com sua equipe. Além disso, ele precisa ser acessível e não se colocar como um Deus. É necessário ser presente, sair da sua posição para ouvir e ser ouvido, ou seja, comunicar-se.

6 – Respeito e confiança - O líder eficaz, do mundo moderno, cria um ambiente pautado pelo respeito e pela confiança. Ele não permite que sua equipe construa um local de trabalho onde pessoas faltem com respeito e percam a confiança uns nos outros.

7 – Dar o exemplo -  O líder de destaque dá o exemplo, age de forma coerente entre o discurso, a cobrança e suas atitudes. "Ele lidera pelo exemplo e inspira pelo exemplo", conclui o especialista.

Clientes

Conheça quem hoje faz a história da ProPay ser um sucesso.

Valeo America Junior Crown Damásio Rocket Diversey Pamcary Sabó Lachmann Alphaprint Nidera Mercedes Benz Decathlon DeVry Brasil
http://www.propay.com.br/