Gente&Conteúdo

24/10/2013

Aprender uma atividade nova é a melhor forma de ter uma mente saudável

Existem muitas provas de que manter o cérebro ativo ajuda na saúde mental de pessoas idosas. Esse benefício, no entanto, não parece ser o mesmo para todas as atividades intelectuais. Segundo um novo estudo americano, aprender uma nova atividade e desafiar a mente o tempo todo é mais eficiente do que insistir em um hábito antigo. Ou seja: passar a vida toda fazendo palavras-cruzadas não será tão benéfico ao cérebro de uma pessoa quanto aprender a fotografar em uma câmera digital de última geração, por exemplo.

O estudo, feito na Universidade do Texas em Dallas, nos Estados Unidos, avaliou 221 pessoas de 60 a 90 anos. Os voluntários foram orientadas a realizar alguma tarefa intelectual 15 horas por semana, durante três meses. Alguns dos participantes aprenderam uma nova atividade, como tirar fotos em câmeras digitais, enquanto outros fizeram atividades que já conheciam, como montar um quebra-cabeça. Outros participantes destinaram esse tempo a eventos sociais, a exemplo de pequenas viagens.

Os autores avaliaram a cognição dos participantes no início do estudo e três meses depois das tarefas. A equipe descobriu que os participantes que aprenderam uma atividade nova apresentaram uma melhora na cognição em comparação ao restante dos voluntários. 

"Os resultados sugerem que o engajamento em alguma atividade por si só não é suficiente. É preciso fazer algo diferente, desafiador e estimulante", diz Denise Park, coordenadora do estudo, publicado no periódico
 Psychological Science. "Quando você está em uma zona de conforto, pode estar fora de uma zona de melhora para o cérebro."

*
Esta matéria  foi publicada no site VEJA

Clientes

Conheça quem hoje faz a história da ProPay ser um sucesso.

America Nidera Valeo Crown Alphaprint GS1 Sabó Junior Decathlon Lachmann Diversey Canal Rural Brasil Máquinas Sidel Grupo Libra
http://www.propay.com.br/